Cactus (2001)

A vegetação que inspirou este ensaio cerca a lagoa de Maricá, no estado do Rio de Janeiro. Por sua densidade e presença de espinhos que causam muita dor quando ferem a pele de animais em geral, suas formações servem de abrigo para várias espécies de pássaros e de outros pequenos animais, todos com pouca capacidade de defesa fora deste ambiente. Por este motivo são alvos permanentes de caçadores que, geralmente durante a noite, chegam ao ponto de incendiar os touceiros para obrigar os pássaros, ou demais animais em fuga, a caírem nas armadilhas colocadas nos lados opostos a suas ações predatórias. Trata-se portanto de vegetação que de um dia para outro desaparece.  As fotos foram feitas com filmes negativos P&B de grande formato, que naquele momento, em face da digitalização galopante da Fotografia, igualmente estavam em processo de desaparecimento do mercado. Além desta conexão mórbida,  o ensaio é também uma homenagem aos ídolos Ansell Adams, Edward Weston e Paul Strand.